Guarabira dá início nesta quarta-feira à maior exposição internacional de Arte Naif no Brasil

FIAN 2018 levou centenas de pessoas ao Centro de Documentação Cel. João Pimentel, em Guarabira (Foto: Arquivo / Codecom)

Tem início nesta quarta-feira (22), e segue até 30 de junho na cidade de Guarabira, a maior exposição internacional de arte naif no Brasil. Trata-se do FIAN – Festival Internacional de Arte Naif, que acontece em sua segunda edição reunindo um acervo de 174 obras pertencentes a 115 pintores de 13 países.

Realizado pela Prefeitura Municipal de Guarabira, numa parceria com o Ateliê Adriano Dias, o II Fian vai promover o encontro de artistas naifs de várias nacionalidades, além de ser uma vitrine de importantes obras desse segmento das artes plásticas. Além da exposição, haverá a premiação das obras vencedoras com entrega do Troféu Pavão Misterioso, numa referência ao cordelista José Camelo de Mello Rezende, filho de Guarabira e autor do famoso folheto “Romance do Pavão Misterioso”.

Cerca de 60 artistas, de outros estados do Brasil e de alguns dos países participantes, estarão presentes à vernissage que acontece a partir das 7 da noite, no Centro de Documentação Cel. João Pimentel, localizado na Praça da Matriz. Após a abertura do salão, haverá atração musical na Praça João Pessoa, com participação do cantor Tinho Santos (da cidade de Areia) e do guarabirense Artur Neto.

O festival irá homenagear três importantes nomes ligados à arte naif. O baiano Waldomiro de Deus, um dos maiores expoentes dessa estética da pintura, já está na cidade desde a última segunda-feira e será o homenageado especial. O outro homenageado será Josenildo Suassuna, em memória, que faleceu no ano passado e será representado por familiares. Finalmente, como convidada especial, a museóloga Jacqueline Finkelstein, diretora do Museu Internacional de Arte Naif, sediado no Rio de Janeiro, será homenageada por seus serviços prestados à promoção e difusão de vários artistas naifs no Brasil e exterior.

O prefeito de Guarabira, Zenóbio Toscano, fará a recepção dos artistas convidados e disse que tomou a iniciativa para a realização desse evento por entender que Guarabira é um celeiro de grandes pintores, em especial da linguagem naif, e tem no povo seu povo uma grande identificação com essa arte. “Podemos afirmar que Guarabira está se tornando a Capital da Arte Naif do Brasil, por ser aquela que vem se consolidando entre os criadores dessa linguagem de todos os estados, além de ser o único município do Nordeste a possuir um museu com um valioso acervo de obras naifs que têm vindo de várias partes do mundo”, disse o prefeito.

SERVIÇO:

FIAN – Festival Internacional de Arte Naif
Data: 22 de maio (quarta-feira)
Hora: 19:30h
Local: Centro de Documentação/Museu de Arte Naif
(Praça da Catedral)
Centro de Guarabira

Secult/PMG