Aulas da rede municipal de ensino voltam dia 22 de fevereiro de forma híbrida

A Secretaria Municipal de Educação informa aos pais e responsáveis de alunos matriculados na rede municipal de ensino, que as aulas para o ano letivo de 2021 terão inicio no próximo dia 22 de fevereiro, adotando a forma híbrida, com aulas presenciais e remotas, diversificando o número de alunos e adotando as medidas de higiene necessária para o combate da pandemia de COVID-19.
A secretária de educação do município de Guarabira, Andrea Cavalcante, explicou que de início será adotado a forma híbrida, com metade dos alunos estudando presencialmente (em sala de aula), e outra parte do alunado acompanhando as aulas de forma remota com conteúdos sendo repassados pelos professores através da internet.

“Esse sistema, já adotado pela rede particular de ensino, será implementado pela Secretaria de Educação em Guarabira como forma de tentar evitar o contágio causado pela pandemia de covid-19 que ainda está presente em nosso meio, mais que não podemos mais estar refém dela. O ensino precisa se adequar a realidade, nossas crianças e jovens não podem mais deixar de ter um ensino de qualidade, de vivenciar a sala de aula e de ter um melhor rendimento escolar”, enfatizou a secretária.

Durante a pandemia, salas de aula das escolas municipais receberam melhorias e agora estão prontas para atender as orientações do MEC (Ministério da Educação) e das autoridades sanitárias, garante a SMS.

“Iremos adotar conforme o previsto no decreto que autoriza o retorno das aulas, a separação de cadeiras com um metro e meio de distância, o uso indispensável de máscaras, álcool para higienização das mãos ao adentrarem a unidade escolar e nas dependências também da mesma para o dia a dia. Todas essas medidas serão orientados aos alunos, como também aos professores”, complementa Andrea.

Quanto ao conteúdo das aulas remotas, a secretaria informa que o material será preparado pelos professores e repassado para os alunos estudarem em casa em calendário a ser divulgado nos próximos meses. Em relação a merenda escolar, a secretária garantiu que seguirá o rito normal, como aconteceu em anos anteriores.

Outras Notícias