Conselho da Mulher planeja atividades para o 2º semestre de 2019 com destaque para ação contra violência à mulher

Na tarde dessa quarta-feira (14/08), na Secretaria de Políticas Públicas para a Mulher, o Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Guarabira (CMDM) se reuniu com o objetivo de planejar as atividades referente ao segundo semestre – 2019. A secretária da Mulher e presidente do Conselho, Léa Toscano, desejou boas-vindas aos membros do Conselho. Na pauta da reunião foram discutidas atividades referentes ao mês de agosto, com a proposta de realizar uma ação sobre o dia D de enfrentamento da violência contra a mulher.

Entre as ações que serão realizadas pela Secretaria da Mulher no segundo semestre estão: a continuidade dos cursos profissionalizantes para as mulheres em diversos bairros e comunidades rurais, retorno do programa Prefeitura na Comunidade para o mês de setembro, ainda no mês de setembro, a realização da formatura para 90 estudantes concluintes do ensino médio da rede municipal, realização de atividades sobre o outubro Rosa, realização do casamento coletivo no mês de novembro, além do acompanhamentos frequente por parte da Secretaria da Mulher ao grupo de idosas de bem com a vida e inauguração do segundo studio de pilates.

Estiveram presentes, representando o poder público:

Léa Toscano – Secretaria Especial de Políticas Publica para a Mulher e as assessoras da pasta, Neide Florentino, Lena Toscano e Nadjala Cavalcante.
Fernanda Macêdo – Secretaria Municipal de Saúde
Brenda Brilhante e Klemilson França – Secretaria Municipal de Planejamento
Tania Maria – CREAS (Centro de Referência Especializado da Assistência Social)

Representando a sociedade civil estiveram presentes:
Euzelma Belarmino e Jaceline Souto – FCD (Fraternidade Cristã de Deficientes)
Creusa de Sousa – (Sindicato dos Trabalhadores Rurais – STR)
Edinalva Freire – (Associação das Artesãs)

No final do encontro, a presidente Léa Toscano destacou a importância do Conselho, que em seu pleno funcionamento irá propor políticas públicas em prol da melhoria da qualidade de vida para todas as mulheres guarabirenses. (Com informações da SEPPM)

Outras Notícias