NOVO NORMAL PB: Na 25º avaliação cresce o número de cidades em bandeira laranja. Guarabira manteve classificação atual

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou neste sábado, 15 de maio, a 25ª avaliação do Plano “Novo Normal PB”, que serve de base e dados epidemiológicos para as situações econômico-social dos municípios paraibanos.

A análise da nova avaliação demonstra um expressivo crescimento de municípios na fase laranja e o ressurgimento de municípios em bandeira vermelha. De acordo com a nota técnica da SES, a avaliação marca uma importante transição de bandeiras delimitada, em
especial, pela nova tendência de crescimento da média móvel da taxa de transmissibilidade (Refetivo) do novo coronavírus e das taxas de ocupação hospitalar dos leitos de terapia intensiva de adultos com especial destaque para a 2ª (complexo agreste-borborema) e 3ª (sertão e alto sertão) macrorregiões de saúde do estado.

Na 25ª avaliação pode-se também observar que a bandeira verde não foi atribuída a nenhum dos municípios paraibanos, e que sete municípios paraibanos mudaram da bandeira laranja para a bandeira vermelha na nova avaliação.

A cidade de Guarabira permanece com a bandeira amarela, conforme a nova avaliação. “Os comportamentos de alto risco, como o abandono do uso de máscaras e a ocorrência de atividades com grandes aglomerações, majoritariamente entre a população das faixas etárias de 19 a 59 anos afetam os indicadores utilizados pelo Plano Novo Normal no prazo de uma semana, o que, permite correlacionar a piora ou a melhora do comportamento social, quanto a adoção de medidas protetivas, com a deterioração ou melhora do contexto epidemiológico e das capacidades do sistema de saúde, na forma de maiores ou menores ocupações dos leitos hospitalares para os cuidados à COVID-19 na Paraíba”, destaca a nota técnica.

Ainda conforme a Secretaria de Estado da Saúde, a primeira quinzena do mês de maio apresentou alertas de que possa ser iniciado uma nova onda de restrições e que recomenda a toda a população continuar evitando aglomerações em festas, celebrações, almoços e jantares, mesmo que ao ar livre. Termina a nota destacando que “os riscos de contágio pela COVID-19 seguem elevados em toda a Paraíba”.

 

Outras Notícias