Prefeitura apoia viagem de artistas guarabirenses para participar de festival estadual no sertão

Atores e técnicos integrantes da Companhia do Prato, grupo teatral com atuação em Guarabira, estarão representando o município na quinta edição do Festival Estadual de Teatro em Cajazeiras, evento que acontecerá de 14 a 17 de novembro naquela cidade sertaneja.

Ao todo, serão 8 espetáculos participantes, e o grupo de Guarabira foi selecionado na atual edição com a peça infantil “A Batalha da Vírgula Contra o Ponto Final”, que se encontra em cartaz há um ano e que já foi vista por mais de 3 mil pessoas, tanto em Guarabira como em outras cidades do Brejo, além de João Pessoa.

Para empreender a viagem do grupo, a Prefeitura Municipal de Guarabira, através da sua Secretaria de Cultura e Turismo, estará apoiando a locomoção de todos os seus integrantes em virtude da representatividade de uma produção artística local em outra região do Estado.

A apresentação do grupo guarabirense, no festival em Cajazeiras, acontecerá na tarde do próximo domingo (17), e os artistas também estarão participando de outras atividades oferecidas pelo evento, como oficinas e debates em torno das produções presentes.

A Companhia de Teatro do Prato é um grupo que surgiu em Guarabira em setembro de 2018, e seu primeiro trabalho surgiu da necessidade de formação permanente de uma plateia no interior da Paraíba que tivesse a oportunidade de conhecer um tipo de teatro infantil mais voltado para a reflexão e o papel social do teatro junto aos jovens.

“A Batalha da Vírgula Contra o Ponto Final” é uma peça dirigida pelo ator e produtor Vando Farias, que vem desenvolvendo um importante trabalho de produção na cidade, sobretudo na formação de plateias e partir do público estudantil.

A peça conta a história de Rubinha, uma menina que escreve uma redação escolar e coloca o ponto final antes do fim da narrativa. A vírgula, por sua vez, surge à sua frente para reivindicar a sua participação na frase e lutar pela continuidade do que vem sendo narrado pela garota. A partir de então, o conflito se estabelece com o surgimento de outros sinais ortográficos que dialogam sobre o seu papel num texto escrito, deixando a menina cada vez mais confusa e, ao mesmo tempo, totalmente aberta ao aprendizado.

Além do diretor Vando Farias, integram o elenco os atores Alighieri Damião, Camylla Mohara, Diogo Costa, Jamylli Ferreira e Maycon Moreira.

 

Com Secult