Prefeitura realiza exposição de premiado artista guarabirense e promove lançamento de dois livros de poemas e cordel

galeria1Clóvis Junior apresenta coleção Cores da Luz, na Galeria de Artes. Poetas Juca Pontes e Beto Brito lançam os livros Ciclo Vegetal e Bazófias 2, no Teatro Geraldo Alverga

A Prefeitura de Guarabira, através da Secretaria de Cultura e Turismo, abre as portas da Galeria de Artes Antônio Sobreira para sua primeira exposição do ano. Na noite da última sexta-feira (07/02), o público prestigiou a exposição “Cores da Luz”, do premiado artista plástico Clóvis Junior, assim como foi registrado o lançamento dos livros Ciclo Vegetal, de Juca Pontes, e Bazófias 2, de Beto Brito.

O prefeito Zenóbio Toscano marcou presença na solenidade, além do vice-prefeito Zé do Empenho, dos secretários André Filho (Cultura e Turismo), Robério Arnauld (Indústria e Comércio) e Marcus Diogo (Infraestrutura), e Toni Alves (Administração e Recursos Humanos). Personalidades artísticas, tanto de Guarabira quanto de outras regiões do Estado, também prestigiaram a exposição, como os poetas Percinaldo Toscano e Marisa Alverga, os artistas plásticos Rodrigues Lima e Adriano Dias, de Guarabira, e Fred Svenvsen, de João Pessoa; o cordelista Márcio Bizerril e o cantor Jefferson Victor, dentre outras pessoas.

Antes do início da exposição, os presentes se acomodaram no Teatro Geraldo Alverga, onde Clóvis Junior pôde falar da homenagem que sua exposição presta ao tabelião Germano Toscano de Brito, por ter acompanhado sua vida desde criança, bem como pelo incentivo dado a sua carreira artística. Germano, por sua vez, agradeceu ao nobre gesto, mas reconheceu que esta homenagem se dá pela generosidade do artista plástico, pois os verdadeiros homenageados são Clóvis, Juca e Beto, por mais um importante passo dado à carreira deles e por tudo o que conquistou ao longo de suas trajetórias profissionais. Generosidade esta, que foi lembrada pelo primeiro quadro pintado por Clóvis e entregue para o tabelião, uma partida do Fluminense.

galeria2O prefeito Zenóbio a garra, a inteligência e a dedicação de Clóvis; e que Guarabira sente orgulho pelo filho que tem, pois o artista nasceu na “Capital do Brejo” e consolidou uma carreira internacional, tendo uma de suas telas expostas nas dependências da Câmara Federal, em Brasília, conforme lembrou o gestor.

O poeta Juca Pontes agradeceu pela homenagem recebida e mostrou sua satisfação em lançar mais uma de suas obras na cidade. Já Beto Brito não apenas agradeceu o carinho do público por sua obra literária como cantou duas músicas, tendo como letras alguns trechos extraídos do seu livro. Juca parabenizou o trabalho dos dois colegas e ressaltou que tem um gosto em comum com Clóvis por ele focar o caju nos seus quadros, e esta fruta remete a Juca lembrar de sua terra natal, o Tocantins.

Por fim, o prefeito Zenóbio mostra o quanto sua gestão apesar das dificuldades, preserva a cultura no município, a exemplo do prédio onde funcionava o teatro, antes um cinema, adquirido no ano de 1984 na sua primeira gestão como prefeito e que, após anos recentes de abandono, foi recuperado e reativado, além de outros equipamentos culturais que também voltaram a funcionar, como a própria galeria de artes, o Museu de Arte Sacra Fernando Cunha Lima e o Centro de Documentação Cel. João Pimentel. Ele também lembrou a futura instalação do Museu do Cordel, onde será homenageado o aniversário de 90 anos do Romance do Pavão Misterioso, de autoria do escritor guarabirense José Camelo de Melo.

CLIQUE AQUI e confira mais imagens da solenidade.