Primeiras-damas Léa Toscano e Pâmela Bório visitam AMECC e Talita em Guarabira

Pâmela recebe ofício que pede ao Governo do Estado, seis computadores para abrigo de meninas
Pâmela recebe ofício que pede ao Governo do Estado, seis computadores para abrigo de meninas

A primeira-dama do município de Guarabira, Léa Toscano, aproveitando a visita do governador Ricardo Coutinho à ‘rainha’ do Brejo paraibano, na última sexta-feira (19/04) – convidou a primeira-dama do Estado, Pâmela Bório para conhecer a Associação Menores Com Cristo (AMECC) e a Associação Abrigo Comunidade Talita.

Elas, primeiramente estiveram na AMECC, que se localiza no sítio Padre Ibiapina, onde foram recebidas pelos coordenadores locais, monitores e crianças. O novo diretor-presidente Sebastian, nem o padre Geraldo Brandstetter não se encontravam no momento. Pâmela ao lado de Léa visitou todas as salas de aula da Creche São Rafael, onde recebeu o carinho da meninada. A Prefeitura de Guarabira é um dos principais parceiros desta entidade. A primeira-dama do estado fará um relatório de tudo que viu e repassará ao seu esposo, o governador RC.

Em seguida Léa e Pâmela se dirigiram até o sitio Lajes, onde visitaram a Comunidade Talita, entidade ligada a cuidar de meninas em situação de risco. Monsenhor Luigi Pescarmona, presidente da entidade, junto com as meninas, moradoras do abrigo -, recepcionou as primeiras-damas. Elas foram convidadas pelo monsenhor para conhecer todas as dependências do local. Pâmela assinou um oficio de parte da entidade que solicita do Governo do Estado, o total de seis computadores para que a inclusão digital faça parte do cotidiano daquelas meninas.

Pâmela Bório visitou a Associação Menores Com Cristo (AMECC) e a Associação Abrigo Comunidade Talita.
Pâmela Bório visitou a Associação Menores Com Cristo (AMECC) e a Associação Abrigo Comunidade Talita.

A primeira-dama do estado se mostrou encantada com a visita a ambas as entidades e agradeceu a Léa Toscano pela oportunidade, que lhe concedeu.

De acordo com a primeira-dama e deputada Léa, a ideia de trazer Pâmela a estas duas entidades foi para que ela visse de perto o que há de positivo, bem como as dificuldades para as mesmas se manterem no dia a dia, que sobrevivem em sua maioria de doações.