Projeto “De Carona na Poesia” acontece nos dias 30 e 31 com oficina e peça no Teatro Geraldo Alverga

Lugar de poesia é na calçada, como bem nos dizia Sérgio Sampaio. Mas em tempos de pandemia, a poesia está contraída, intimidada e por vezes sem sentido. De Carona na Poesia é um projeto selecionado na Lei Aldir Blanc, através dos recursos do Prêmio Parrá, e chega para levar poesia até as pessoas, fazendo com que a literatura alcance mais espaços por meio de declamações, oficinas e espetáculos.

Essa viagem itinerante pelo interior da Paraíba começa no dia 24 de agosto na cidade de Bananeiras, em seguida no dia 26 de agosto desembarca em Areia e por fim, no dia 30 de agosto chega a cidade de Guarabira.

Em todas as cidades, o projeto oferece uma oficina de poesia chamada “Acordando a palavra e costurando poéticas”, um espetáculo poético chamado “Voltando para casa”, além de passar por várias ruas da cidade com uma rádio difusora com poesias de escritores plurais do Estado, trazendo histórias de pessoas que por muito tempo não tiveram suas memórias contadas, como mulheres.

A oficina de poesia tem duração de seis horas e o objetivo de produzir uma escrita criativa para todos os públicos, a partir de uma condução integrativa, fazendo uso de música, dança, textos literários que reverbere em criações de textos poéticos partindo de escritas das vivências de cada um.

O espetáculo “Voltando para casa” foi construído a partir de poesias autorais do livro de Bia Sabiá chamado “Zíngara”. É uma apresentação poética, musicada e inédita, com cantoria e presença de elementos da cultura popular, trazendo uma voz que busca ecoar a ancestralidade e derramar versos livres a partir do encantamento e observações do mundo. Toda a programação é gratuita.

De Carona na Poesia é idealizado por Bianca Rufino, ou Bia Sabiá, poeta paraibana, escritora, declamadora, cantora, cartomante e andarilha. Bia Sabiá tem dois livros publicados: ‘Zíngara’ de poesia, e ‘De quando o rio lavou as histórias’, de contos, que foi premiado pelo concurso Políbio Alves no Município de João Pessoa. A artista também tem 17 fanzines. Além de alguns vídeos poemas/criações audiovisuais, divulgados em editais estaduais e nacionais, como ‘Cotidiano Inverso’, ‘Gurugi’ e ‘O dia em que tirei minha alma pra dançar’; e performances livres realizadas pelas itinerâncias.

PROJETO “DE CARONA NA POESIA”

  • GUARABIRA
    30/08
    Oficina Acordando a Palavra e Costurando Poéticas
    Local: Teatro Municipal Geraldo Alverga
    Horário: 9h às 12h

 

  • 31/08
    Espetáculo Voltando para Casa
    Local: Teatro Municipal Geraldo Alverga
    Horário: 19h30

Outras Notícias