Protocolo de Intenções passa pelo crivo do CONSIRES no 3º encontro de prefeitos em Guarabira

Zenóbio quer recursos do Pacto Social do Governo do Estado para começar Aterro Sanitário
Zenóbio quer recursos do Pacto Social do Governo do Estado para começar Aterro Sanitário

Prefeitos e representantes de governos municipais de 21 cidades da região estiveram participando de mais uma reunião para a formação do Consórcio Intermunicipal de Resíduos Sólidos – CONSIRES, na tarde e início de noite desta terça-feira (2), na Associação Comercial e Empresarial – ACEG.

De acordo com a prefeita de Alagoinha, Alcione Beltrão, que está presidindo a formação da entidade, a prefeitura de Alagoa Grande resolveu não participar mais do consórcio. Conforme teria alegado o prefeito Hildon Régis Navarro Filho – Bôda, em sua administração anterior ele construiu um aterro sanitário no município, resolvendo colocá-lo em atividade após período que esteve desativado.

Na reunião foi debatido o protocolo de intenções que será enviado as Câmaras Municipais dos municípios para aprovação. Após aprovado e já como lei dos municípios será então criado o estatuto do consórcio e formada sua diretoria. Com isso uma empresa será contratada para elaborar o projeto para ficar responsável com a gestão dos resíduos sólidos.

O prefeito de Guarabira, Zenóbio Toscano, sugeriu para os presentes que o CONSIRES busque os recursos que se fizerem necessários inicialmente, através do Pacto pelo Desenvolvimento Social do Governo do Estado, ao invés do Ministério das Cidades, o que levaria mais tempo. Também é da opinião do prefeito guarabirense que, uma vez formado o consórcio, uma empresa seja contratada para cuidar da parte técnica do funcionamento do aterro sanitário, deixando para o CONSIRES apenas as questões administrativas e fiscalizadoras.

“A essa altura nós já temos a definição do nome do consórcio; temos a definição de que o consórcio terá como sede Guarabira, não o aterro sanitário, que deverá ficar em outra cidade; e já Alcione [Beltrão] eleita como presidente do consórcio. Depois de já consolidado haverá a aprovação das câmaras municipais, nós vamos reeleger toda a diretoria do consórcio e a coisa vai progredir. Tenho certeza que o nosso consórcio deverá aqui atingir o equivalente a 21 municípios, que representa cerca de 10% dos municípios do Estado da Paraíba, e o governador do estado não terá outra opção melhor que esse projeto para beneficiar tantos municípios com um custo relativamente baixo”, afirmou Zenóbio em entrevista.