Público lota Teatro Geraldo Alverga para assistir “O Romance do Conquistador”

Ao final da peça a platéia pode conversar com os artistas da Companhia Paraibana de Comédia, criadora, entre outros espetáculos, do “Pastoril Profano”

Um grande número de pessoas compareceu ao Teatro Geraldo Alverga na noite desta terça-feira (27) para assistir a peça teatral “O Romance do Conquistador”, dirigido por Edilson Alves e adaptado do texto de Lourdes Ramalho. A apresentação faz parte da programação da Semana de Arte e Cultura promovida pela Prefeitura de Guarabira através da Secretaria de Cultura e Turismo, em parceria com a UFPB.

A equipe de atores também faz parte da Cia Paraibana de Comédia, criadora de espetáculos muito conhecidos em todo o estado, a exemplo do Pastoril Profano. As falas do “O Romance do Conquistador” são tiradas dos versos dos cordéis e narra as histórias de aventura e amor, mistério e humor, cujos heróis, donzelas e vilões passaram pelas peripécias e trapaceadas de um dom Juan nordestino chamado João.

Como parte do acordo firmado entre a Prefeitura de Guarabira e a trupe de artistas, no final da apresentação as atrizes e atores, assim como o diretor Edilson Alves, tiveram um momento de diálogo com a plateia, que foram agraciados com a oportunidade de perguntar acerca da peça em si e da carreira artística dos envolvidos.

DSCF9948Além das oficinas que estão acontecendo durante toda a semana, também estarão sendo realizadas nesta quarta (28) as apresentações, às 19 horas, do Coral Municipal, regido pelo maestro José Carlos, e do Grupo de Mulheres no Cangaço, do SESC/PB, ambos no Teatro Geraldo Alverga. Já na Biblioteca Municipal, às 20 horas, haverá uma mostra de cinema paraibano.

A Semana de Arte e Cultura é fruto da assinatura de convênio de cooperação técnico-científico e pedagógico entre a Prefeitura de Guarabira e o projeto “Universidade no seu município” da UFPB.

O evento tem entre seus objetivos promover a produção cultural e artística da comunidade, levando atrações de importante gosto popular, como grupos folclóricos, palestras sobre literatura afro-brasileira e de cordel e as apresentações das orquestras filarmônica e de cordas da UFPB.

A atual gestão é amplamente reconhecida pelos cidadãos como a que mais está fazendo pelo setor cultural nos últimos anos, seja recuperando e reabrindo equipamentos culturais, como o próprio Teatro Geraldo Alverga, Centro de Documentação, Museu de Artes Sacras; ou investindo nos talentos da terra através da implantação de ateliê coletivo, e apresentações musicais pelo projeto Quinta Tem Talento, seja no Centro da cidade ou itinerantemente nos bairros, entre outros aspectos.

Outras Notícias